Notícias

Secretários das Corregedorias dos TRTs debatem ações unificadas para os Regionais

Com o objetivo de tornar uniforme o entendimento das Corregedorias dos Tribunais Regionais, foi realizado nos dias 9 e 10 de agosto o 4º Encontro de Secretários das Corregedorias dos TRTs, sob a mediação da Corregedoria-Geral da Justiça do Trabalho. Nos dois dias do encontro foram tratados temas de fundamental importância para a atividade correcional dos Tribunais Regionais, como planejamento estratégico dos secretários, boas práticas da fase de execução e apresentação de banco de ideias, entre outros. “O encontro ocorre bimestralmente e é de vital importância para padronizar a atividade jurisdicional dos Regionais”, explicou o diretor da Corregedoria-Geral da Justiça do Trabalho, Carlos Tiusso. “Queremos unificar a atuação das corregedorias regionais para que não haja discrepâncias no modo de agir”. As competências técnicas e comportamentais mínimas para compor a equipe de trabalho das Secretarias foi um dos temas de destaque. A exposição coube a Janúbia Castro, secretária da Corregedoria Regional da 1ª Região (RJ). “Estamos discutindo formas, por meio da gestão por competências, de fortalecer as secretarias com número reduzido de servidores, pois temos algumas com 20, outras com apenas três pessoas trabalhando”, explicou. Os TRTs da 3ª, da 4ª e da 15ª Região apresentaram suas experiências com o Mapeamento Global de Desempenho (MGD), ferramenta de análise dos desempenhos das Varas baseada também na força de trabalho que possuem. O servidor René de Souza Torres, do TRT da 3ª Região (MG), explicou que o projeto busca soluções multidisciplinares e oferece consultoria para as unidades que encontram problemas que diminuam o desempenho final, como a falta de servidores por problemas de doenças, entre outros. Também foram abordados o padrão nacional de avaliação de desempenho das Varas do Trabalho e o arquivamento provisório ou definitivo nos casos de execução frustrada.
14/08/2017 (00:00)
© 2017 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia